quinta-feira, 13 de maio de 2010

Usted, Speak Português?

Muitas pessoas discutem se o rock deve ou não ser cantado em português, essa discussão vai longe, ainda mais se estivermos tomando umas e outras na mesa do bar... Mas o fato é que EU, como apreciador e "pesquisador" de música  que sou, que cresci ouvindo bandas com a temática, em sua maioria na língua inglesa, acredito que se as pessoas forem generalizar ou consumir a música feita pelas bandas que estão no aclamado "mainstream" hoje em dia (que uma ou outra são boas), elas serão produtos de manipulação em massa. Assim "engolindo tudo o que eles servem para gente comer"


Hoje em dia as pessoas não estão muito preocupadas se é em inglês, português ou em mandarim, "a pressa me atrasa, preciso correr", já diria o Gigante animal ótima banda paulistana que descreve, com suas letras trabalhadas e melodias harmoniosas, o cotidiano. Sem subestimar quem escuta suas canções. 

Ao contrario do antigo ritual de ouvir o CD na integra, analisando as letras e criando um vínculo com a banda, a maior parte das pessoas usam do senso comum e acaba sendo atraída por seres de calças coloridas e cabelos toscamente estilizados, que, a meu ver, não pode ser nem chamado de rock. Com isso perde o melhor que a música brasileira pode lhe oferecer, em bandas como: La carne, Hierofante Púrpura, Supercordas, Nação Zumbi,  Quarto negro, Alarde, Cabana café, INI que, ao contrário das bandas abraçadas pela mídia, fazem um som com temáticas verdadeiras e contestadoras. Como diriam alguns amigos "música pra derruba da bicicleta". 



Das bandas que eu mais gosto que cantam em português!


La carne

Hierofante Púrpura


Quarto Negro 





 Cabana Café






O fato dessas bandas não terem o apoio da grande mídia não as desanima, pelo contrário....

Não usem o senso comum, vamos contra a corrente!



 "to te confundindo para te esclarecer"

3 comentários:

kaducj disse...

Man, música é música em qualquer canto do mundo! Ouço tudo que faz bem pro meu ouvido, independente da lingua do vocal, até mesmo se não tiver vocal eu to ouvindo.

É claro que as vezes eu tenho inveja dos gringos pelo simples motivo de que os grandes clássicos do rock são cantados na lingua deles. Quando eu era muleke precisava ficar com um dicionário ou comprando revista com tradução das letras das bandas q eu curtia...

Se o Rage Against the Machine fez tanto sucesso no Brasil, imagine se todo mundo entendesse 100% das letras deles...

tem muita coisa boa feita em portugues, principalmente independente é só procurar... o que não pode é se prender a isso!

é noiz man!!

Kadu

Regis Vernissage disse...

sou do time da experimentação, usando o recurso da linguagem como um complemento pra música... claro que nem todos pensam assim (ainda bem pois toda unanimidade é burra, certs?), mas é interessante sacar que há coisas incríveis e ao mesmo tempo desprezíveis que são cantadas em português, em inglês, em espanhol, francês, italiano, alemão, russo, árabe, chinês, japonês, etc... os exemplos que fiquem a cargo de cada um, ok?
e me diga, quem consegue repetir/entender o hopelandic cantado pelo fantástico Sigur Rós? (caso de complemento para a música)...
belo blog pach man!
bejo

Rodrigo Pacheco disse...

é meu querido.. quem tem o que falar deve se expressar seja ela qual for a lingua, mas como todos temos preferencias, eu prefiro rock cantado em ingles por um simples fato cultural, seria muito estranho um samba em romeno nao seria? pelo simples fato que as vezes soa estranho em outra lingua mas isso não deve ser uma regra..raimundos mandava benzão em portuga! Se a musica for boa como disse o Kadu as vezes é melhor q nem tenha letra! besos